Ponte dos Três Arcos – Sua História


Antigamente para atravessar o Rio Paraíba havia uma ponte metálica com pilares de pedra. Na década de 1930, após sua demolição, na gestão do prefeito Hélio Navarro da Cruz foi construída uma ponte de concreto, com três belos arcos arquitetados para sua sustentação. A nova ponte permitia, enfim, o tráfego em mão dupla.

No entanto, após um curto período de três décadas, o uso intenso e constante por carros e caminhões abalou sua estrutura e ela acabou interditada. Em vez de consertá-la, o Governo Paulista, em 1966, resolveu construir a outra ponte, ligando o Centro da cidade a uma plantação de arroz, atualmente o Jardim Flórida.

Somente em 1972, a ponte de arcos foi derrubada e a nova ponte inaugurada em 1974. Mais larga e possuindo calçadas laterais, a ponte Nossa Senhora da Conceição continua em uso até os dias atuais.

Na foto, observar-se o campo do Ponte Preta, a residência de Ernesto Lehmann, dono do Curtume, e ao fundo trecho do Bairro Cidade Jardim.

Fonte: Dicionário Ilustrado de Jacareí – Ainda não leu? Baixe aqui.

One Reply to “Ponte dos Três Arcos – Sua História”

  1. Saudações! Sou um jacareiense nascido em 1971. Filho de imigrantes portugueses, vivi no Jardim Flórida naqueles idos tempos. Mas, enquanto criança pequena, lembro-me de atravessar a ponte “nova”, a assim chamada substituta dessa dos Três Arcos. Entretanto, também me lembro de ver resquícios de uma ponte de madeira, bem ao lado. Vi-a degradar-se até restarem apenas os pilares de madeira, que desapareceram. Que ponte seria? Seria contemporânea, mas pedonal, ao lado da “Ponte Preta”?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

cinco − cinco =